Piadas - Loiras



comilhas  
 

A loira super dotada


A aluna do primeiro ano primário chega em casa toda eufórica:

- Mamãe, Mamãe! Hoje a professora ensinou a contar de 1 a 10! As

meninas aprenderam a contar de 1 a 5 e os meninos de 6 a 10, mas

como eu sou uma loira super dotada aprendi a contar de 1 a 10!

- Muito bem - diz a mamãe.

No dia seguinte...

- Mamãe, Mamãe! Hoje a professora ensinou o alfabeto! As meninas

aprenderam do A ao M e os meninos do N ao Z, mas como eu sou uma

loira super dotada aprendi o alfabeto inteiro!

- Muito bem - diz a mamãe.

No dia seguinte...

- Mamãe, Mamãe! Hoje a professora foi nos ensinar a nadar na piscina

da escola!

- Que ótimo, minha filha! E como foi?

- Foi legal, mamãe... Eu aprendi a nadar! Mas quando nós fomos

trocar de roupa eu notei que todas as meninas tinham uns peitinhos

pequenos e eu tinha uns peitões enormes! É porque eu sou uma loira

super dotada,

mamãe?

- Não, minha filha... É porque você tem 23 anos!


--------------------------------------------------------------------------------

Loira gostosona


Um velho desses do Nordeste do Brasil (cabra-macho), chegou ao Rio de Janeiro e viu uma multidão numa praça. Curioso, perguntou para a rapaziada o que era aquilo. Os caras disseram:

- Moço, lá em cima no sexto andar desse prédio tem uma loira americana que é uma gostosura. Só que tem que tem que subir nesse coqueiro aquí que dá lá na janela do apartamento dela, e isso ninguém consegue. O velho prá mostrar que era muito macho mesmo, resolveu subir no coqueiro e foi, foi, se machucando todo, subindo, subindo, até que horas depois alcanço a janela do sexto andar. Nisso, aparece na janela, uma loira gostosona, que vendo o velho, disse com todo aquele sotaque:

- "Hellô!!!"

E ele responde eufórico:

- Ralôu só os ovos, minha fia, mais ainda dá prá nóis trepár!!!


--------------------------------------------------------------------------------

O Carteiro e a Loira


Era o último dia de Moacir como carteiro, após 35 anos de serviço. Ele levava as correspondências por toda a vizinhança, e tratava todos de uma forma bastante carinhosa. Quando chegou na primeira casa de sua rota, foi recebido pela família que ali estava. Todos gritavam seu nome, e ainda presentearam-no com uma linda camisa. Na segunda casa presentearam-no com uma caixa de charutos finos. A família da terceira casa entregou-lhe uma caixa contendo iscas para pesca. Na quarta casa foi recebido na porta por uma loira deliciosa, vestida com uma camisola transparente e minúscula. Ela segurou sua mão, gentilmente fechou a porta ,colocando-o para dentro, subiu as escadas em direção ao quarto e transou com ele de uma forma que ele jamais tinha experimentado. A mulher fazia de tudo, realmente parecia insaciável.... Quando ele já não agüentava mais, os dois desceram para a cozinha, onde ele foi novamente surpreendido com um café gigante: frutas, geléias, bolos, pães e um suco de laranja. Quando estava realmente saciado, a loira ofereceu-lhe um copo de café expresso... Enquanto ela preparava, ele percebeu uma moeda de 25 centavos ao lado do copo. -"Tudo isso foi tão maravilhoso, mas por que a moeda de 25 centavos," perguntou. -"Bem, ontem à noite, eu avisei ao meu marido que hoje era seu último dia de trabalho, e que nós deveríamos fazer algo especial pra você. Pergunteio que deveríamos dar-lhe e ele disse : "Fode com ele: dá uma moeda de 25 centavos." "O lanche foi idéia minha..."


--------------------------------------------------------------------------------

Terno do falecido


O pai da loira morreu. Uma amiga de Patrícia, a loira, foi chamada

para ajudar a cuidar dos preparativos.

-Patrícia, seu pai não pode ser enterrado com esta roupa. Vá comprar

um terno pra ele.

-Amiga, eu não tenho dinheiro!

-Não tem importância. Eu pago.

E lá se foi a loira em busca de um terno para enterrar seu genitor.

Feito isto, após o enterro, ela procurou a amiga.

-Preciso de dinheiro para pagar o terno.

-Quanto é?

-Duzentos reais.

Ela deu o dinheiro como prometeu.

Passou um mês e a loira a procurou novamente.

-Preciso de dinheiro para pagar o terno.

-Quanto é?

-Duzentos reais.

Por ter prometido, a amiga não questionou e deu a grana.

Mais um mês se foi e a loira voltou a procurar a amiga.

-Preciso de dinheiro para pagar o terno.

-Patrícia, em quantas prestações você comprou este terno?

-Nenhuma... é que o terno era muito caro, então ao invés de comprar,eu

aluguei!

 
  comilhas









Google+ | Facebook | frases | sonhos DMCA.com Protection Status política de privacidade |
© 2001-2015 sergeicartoons.com