Roubando cana - Galos



comilhas  
 

Roubando Cana


Uma vez, eu e um amigo meu fomos roubar cana de um senhor que morava próximo a um destes córregos que fica dentro da cidade. O canavial ficava no fundo do quintal, e o terreno era íngreme de modo que a sua casa ficava no alto e o canavial ao fundo próximo a margem do rio. Na casa dele tinha uma área de fundo com uma pia, e neste dia o dono estava lá lavando vazilhas...nós entramos no quintal e fomos nos arrastando pelo canavial afim de encontrarmos a melhor cana, daí avistamos ele na área. Não tinha como cortar a cana pois se não ele ouviria o barulho e nos pegaria. Ficamos esperando e nada dele ir pra dentro da casa; daí vimos que tinha umas galinhas e um galo ciscando perto de nós, e o galo ficava cantando em intervalos curtos de tempo, então tive uma idéia; cada vez que o galo cantasse eu daria uma facada na cana e assim o barulho era disfarçado, o galo cantava e dava outra facada, fui fazendo isto até que consegui cortar o pé da cana, mas tinha um problema, não podiámos deixar a cana cair de uma vez se não o dono nos ouviria. Então quando cortamos totalmente o pé da cana, a seguramos e mais uma vez quando o galo cantava nós tombávamos a cana pouco a pouco. Quando tombamos a cana totalmente ainda tínhamos que cortar o topo da cana onde fica as folhas...e mais uma vez lá íamos nós esperar o galo cantar, ele cantava e eu dava uma facada, ele cantava e outra facada, até que cortamos tudo, e durante todo o tempo o dono não percebeu nada; então pegamos a cana e fomos nos arrastando com ela pra ir embora,mas tinha um problema; durante todo o tempo que ficamos ali não tinhámos notado que do outro lado da rua tinha uma casa que ficava na mesma altura da casa do dono do canavial, pois o leito do rio e as duas casas faziam um V, e lá tinha um velho que estava nos observando desde o inicio, e quando já estávamos quase saindo do lote o velho gritou de lá: ladrão de cana, ladrão de cana, pega....ficamos assustados e saimos correndo largando a cana pra traz depois de todo o trabalho que tivemos, mas ficamos de longe observando, e vimos a hora que o velho atravessou o rio e pegou a cana pra ele, ficamos putos de raiva e fomos embora...moral da história: " ladrão que rouba ladrão, tem cem anos de perdão."

 
  comilhas









Google+ | Facebook | política de privacidade |
© 2001-2015 sergeicartoons.com