Você conhece o henrique? - Outras



comilhas  
 

Certa vez Paulo, grande amigo de infância do Henrique, foi visitá-lo.

Chegando em sua cidade ele ficou impressionado com a popularidade do seu amigo Henrique, todos o conheciam.

Henrique o recebeu e Paulo foi logo perguntando como ele fazia para ter tanta popularidade, e Henrique esnobando disse:

"- É que o mundo inteiro me conhece!"

Paulo, espantado pela falta de modéstia do seu amigo, riu.

Henrique então sugeriu fazer um teste.

Pediu que Paulo citasse três nomes de pessoas famosas para ver se era verdade, se o conheciam, e Paulo aceitou a aposta.

Paulo pensou bem e disse o primeiro nome:

"- Ayrton Senna!"

Foram para Angra dos Reis e chegando lá, na casa do Senna, pediu ao segurança que gostaria de falar com seu amigo, e ele respondeu:

"_ O Seu Senna acabou de chegar com uma tal de Adriane e pediu para não ser incomodado."

Insistindo Henrique pediu que pelo menos avisasse que ele estava aqui.

O segurança foi dar o recado e voltou correndo dizendo:

"- Sr. Henrique, por favor, me perdoe, Seu Senna acabou de dispensar a Adriane e pediu que o Sr. almoçasse com ele. Ele insiste."

Paulo ficou admirado!

Almoçaram e quando saíram Paulo disse o nome da segunda pessoa:

"- Pelé, quero ver se o rei te conhece."

Foram então para a casa do rei em Santos.

Chegando lá o caseiro foi logo advertindo:

"- Dr. Edson está muito cansado pois acabou de chegar de Brasília e não quer ser incomodado."

Henrique insistiu mais uma vez para que comunicasse sua presença.

O caseiro foi e logo voltou dizendo:

"- Dr. Henrique, me descupe, Dr. Edson está com muita saudades e insistiu que ficasse para o jantar."

Paulo não acreditava!!!

Saindo, Paulo pensou bem e disse o nome da terceira pessoa, confiante de que não iria se surpreender novamente:

"- Quero ver se o Papa te conhece."

Henrique advertiu:

"- O Papa não, ele está muito doente e o Vaticano fica muito longe daqui."

Paulo insistiu confiante em sua vitória, e Henrique acabou aceitando e partiram para a Europa.

Chegando lá, no domingo, o Papa estava terminando a missa e logo sairia para abençoar a multidão.

Henrique se dirigiu ao coroinha que estava na entrada e pediu que anunciasse ao Papa a sua visita e o coroinha respondeu:

"- Vossa Santidade está muito doente, deverá abençoar a multidão e retornar imediatamente para sua casa."

Henrique insistiu mais uma vez e foi atendido no seu pedido.

De repente o coroinha volta correndo carregando uma roupa idêntica a sua e dizendo:

"- Sr. Henrique, entre rápido por favor, Vossa Santidade pediu que o senhor vestisse esta roupa e disse que esta esperando-o para abençoar a multidão com o senhor ao seu lado, vamos, já está na hora!

Paulo quase caiu para trás, foi para junto da multidão, e constatou o Papa abençoando a multidão ao lado do seu amigo Henrique. Não acreditava, e olhando fixamente para o Papa, começou a duvidar de sua identidade. Ele estava no meio de um grupo de japoneses, e se dirigindo a um deles indagou:

"- Será que é o Papa mesmo?"

O japonês olhou para verificar, e respondeu:

"- Bem, se aquele ali é o papa mesmo eu não sei, mas aquele ali do lado dele eu conheço, é o Henrique lá do Brasil!"

 
  comilhas









Facebook | frases | sonhos | nomes | frases poderosas | proverbios | curiosidades | DMCA.com Protection Status política de privacidade |
© 2001-2022 sergeicartoons.com