Creme de leite - Adultas



comilhas  
 

Adolfo tinha uma namorada e ele estava louco para traça-la só que ela avisou:

antes do casamento eu não dou.

então ele falou:

vamos casar então.

se casaram e ele estava doidinho para afogar o ganço, molhar o biscoito. mau terminou o casamento e ele entrou em seu fusquinha e foi logo encostando na beira de um moro e dizendo:

mulher vai ter que ser aqui.

e ela:

cria vergonha eu não sou nenhum objeto seu, eu só dou se for em um motel.

ele ficou furioso e disse:

então vamos para um motel.

rodaram a cidade inteira só que como era final de ano, estavão dos lotados,

resolveram sai da cidade.

depois de algumas horas na estrada avistam um posto. param perguntam ao frentista se ele conhece algum motel por perto.

não meu senhor não existi nenhum motel por essas redondesas.

e ele mulher vai ter que ser no carro, eu tou doidinho.

e ela:

não quero nem saber vai ser em um motel.

então seguirão em frente mais algumas horas de viagem e outro posto.

ele: seu frentista tem algum motel aqui por perto?

não meu senhor não existe motel por essas redondesas.

ele: então minha querida vai ter no mato mesmo ao ar livre.

ela: ne pensar eu quero é em um motel.

quando já iam saindo o frentista falou:

olha desculpe eu me entrometer mas eu tenho um quartinhonos nos fundos do posto, só que tem um beliche e o meu amigo carlão está dormindo lá.

e ele:

não tem problema, moço vc é um anjo.

o moço: só peço que não façam muito barulho para não acordar o caralão.

os dois descerão do carro e Adolfo disse:

é chegou a hora vai ser aqui.

depois de muita insistencia ela aceitou e foram para o quartinho.

chegou no quartinho ele já foi logo tirando todos os trajes de casado rascango a roupa dela,cupando seus peitos, jogou ela em cima do beliche, e ele começou a gemer, oh my good... ohhh ...goodd.

e ela:

amor nos vamos acordar o carlão desse jeito.

e ele eu não quero é nem saber

ela:

vamos fazer o seguinte quando der a vontade de gemer vc fala o nome de uma fruta ok?

ok!

e ai começaram:

ai minha pera, ai meu melâãão, minha uuuva, meu abacaaata, minha jabuticaaaba,meu quiui, meu umbu.

nisso o carlão acorda puto da vida e grita:

oh seus filhos de umas putas desgraças, vamos parar com essa sala de fruta ai porque o creme de leite está caindo todo na minha cara.

 
  comilhas









Google+ | Facebook | frases | política de privacidade |
© 2001-2015 sergeicartoons.com