Mocinha tímida e caseira - Adultas



comilhas  
 

Dono de armazém no interior, morre e deixa o estabelecimento para o casal de filhos.

O rapaz, putanheiro contumaz, a mocinha, tímida e caseira.

Vão tocando o estabelecimento com sucesso. O rapaz trepando todo dia e a mocinha só no basquete, sem diversão nenhuma.

Uma noite, voltando da zona, o rapaz percebe luzes no armazém.

Olha pelo buraco da porta e vê a maninha se masturbando com um salaminho.

Depois de gozar, a mocinha limpa o salaminho e o pendura novamente na exposição.

No dia seguinte, um grupo de viajantes passa pelo armazém para uma cerveja e pede salaminho fatiado, escolhendo justamente o consolo da mocinha.

O rapaz se recusa a servi-lo oferecendo outros da exposição. O viajante exaltado:


"Porra, meu. Que catso de boteco é este que não serve ao freguês o produto que está à venda? Por quê não podemos comer aquele salaminho?"


Ao que o rapaz, constrangido, respondeu:


"Me desculpem amigos, mas aquele é o meu cunhado".

 
  comilhas









Google+ | Facebook | frases | sonhos DMCA.com Protection Status política de privacidade |
© 2001-2015 sergeicartoons.com